Artigos

6.09 ‑ PERDÃO

A) IDÉIAS BÁSICAS 
· Perdoar consiste no esquecimento total das ofensas recebidas.
· O Evangelho nos recomenda perdoar incondicionalmente, pois todos estamos sujeitos ao erro e por isso necessitamos do perdão alheio.
· A misericórdia divina sempre concede, através das reencarnações, oportunidades de repararmos nosso passado culposo, alicerçando‑nos um novo destino.
· Quando pedimos na oração: perdoai as nossas ofensas, como perdoamos aos nossos ofensas, estamos assumindo o compromisso de esquecer, sem restrições ou imposições, todas as ofensas recebidas.
· O perdão sincero nos leva a fazer aos adversários aquilo que desejamos que os outros nos façam, pois perdoá‑los é perdão para nós mesmos.
· Se reconhecemos no inimigo de hoje uma vítima do nosso passado culposo, aprendemos que orar por ele é caminhar para a nossa própria libertação espiritual. 

B) REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA PREPARAÇÃO DO EVANGELIZADOR 
1. Bases Evangélicas ‑ Mateus: 5:23 a 25 ‑ 5:43 e 44 ‑ 6:12 ‑ 9:2 a 7 ‑ 12:31 e 32 ‑ 18:15 a 22 ‑ 18:23 a 35. Marcos: 2:6 a 12 ‑ 3:28 e 29 ‑ 11:25 e 26. Lucas: 7:41 a 43. João: 20:23. Atos: 8:22 e 23. Romanos: 4:7. II Coríntios: 2:5 a 8. Efésios: 4:32. Colossenses: 2:13. I João: 1:8 a 10. Velho Testamento: Gênesis: 50:15 a 21. Êxodo: 32:30 a 35 ‑ Números: 14:18 a 20. I Reis: 8:39. Salmos: 25:11 a 18 ‑ 78:37 a 39 ‑ 79:8 e 9 ‑ 103:4. Daniel: 9:9.
2. Bases Doutrinárias ‑ O Livro dos Espíritos: 918 ‑ O Evangelho Segundo o Espiritismo: Cap.10, itens 1 a 5 ‑ Cap.2 (todo).
3. Obras Subsidiárias ‑ Almas em Desfile: 2ª parte 16 ‑ Antologia da Espiritualidade: Caps.1, 6, 7, 9, 12, 16 e 30 ‑ Astronautas do Além: Cap.23 ‑ Assim Vencerás: Cap.35 ‑ Através do Tempo: Cap.41 ‑ A vida Escreve: 1ª parte: 6; 2ª parte: 2, 9 e 12 ‑ Baú de Casos: Cap.13 ‑ Bênçãos de Paz: Cap.28 ‑ Bezerra, Chico e Você: Caps.9, 19 e 21 ‑ Chão de Flores: “Mágoas”, “Mensagem de Perdão”, “Amor e Perdão”, “Caridade e Perdão” e “Sem Sombra” ‑ Companheiro: Caps.5, 18 e 19 ‑ Contos e Apólogos: Caps.22 e 26 ‑ Coração e Vida: Caps.2, 14, 20 e 27 ‑ Correio Fraterno: Caps.6, 10, 28, 30, 34, 36 e 47 ‑ Deus Sempre: Cap.21 ‑ Encontro de Paz: Caps.4, 21 e 26 ‑ Encontro Marcado: Cap.15 ‑ Entre Duas Vidas: Cap.7 ‑ Entrevistas: Cap.45 ‑ Escrínio de Luz: “Perdão” ‑ Estude e Viva: Caps.27 e 33 ‑ Fonte Viva: Caps.38, 113, 135 e 163 ‑ F.C.X. Pede Licença: Caps.1, 26 e 30 ‑ Idéias e Ilustrações: Caps.9, 14 e 21 ‑ Instrumentos do Tempo: Caps.25 e 35 ‑ Jesus no Lar: Cap.42 ‑ Justiça Divina: Cap.47 ‑ Maria Dolores: Caps.1, 14, 20 e 27 ‑ Mãos unidas: Caps.7, 30, 36, 37 e 40 ‑ Momentos de Ouro: Caps.3, 6, 15 e 17 ‑ Nosso Livro: “Perdoa Sempre” - Orvalho de Luz: Caps.8, 12, 23, 31 e 42 ‑ O Consolador: Caps.332 e 341 ‑ O Espírito da Verdade: Caps.24, 30, 47, 62, 77, 88 e 102 ‑ Pai Nosso: Cap.6 ‑ Palavras de Vida Eterna: Cap.16 ‑ Pérolas do Além: ver palavras “Perdão” e “Perdoar” ‑ Recados do Além: Caps.5, 38 e 40 ‑ Relicário de Luz: “Perdoa, Trabalha e Ama” e “Perdoar e Esquecer” ‑ Respostas da Vida: Cap.22 ‑ Retratos da Vida: Caps.3 e 11 ‑ Rosas Com Amor: “Paz” ‑ Roteiro: Cap.19 ‑ Rumo Certo: Caps.15 e 56. 

C) REFERÊNCIAS PRÁTICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DA AULA 
1. Jardim e I Ciclo ‑ A germinação da semente ‑ O florescer após a poda ‑ O sândalo que perfuma o machado ‑ O burilamento das pedras preciosas ‑ Os alimentos cozidos ‑ A madeira moldada em móveis ‑ O carneiro e a lã ‑ A uva e o vinho ‑ O chá fervido para ser consumido ‑ A roupa passada a ferro ‑ O tecido transformado em vestido ‑ O café colhido, torrado, moído e fervido.
2. II e III Ciclos ‑ A germinação da semente ‑ O florescer após a poda ‑ O sândalo - O burilamento das pedras preciosas ‑ O metal que fundido, transforma‑se em utilidade ‑ A ressurreição de Cristo ‑ Os alimentos cozidos ‑ O mármore esculpido ‑ A argila transformada em utilidade ‑ A madeira moldada em móveis ‑ O combustível ‑ A uva e o vinho ‑ O chá. 

D) CONCLUSÃO EVANGÉLICO‑DOUTRINÁRIA 
· O perdão é tão importante e indispensável ao nosso equilíbrio espiritual quanto o ar puro para nossa existência física.
· Se relevamos as pequenas indelicadezas, estamos nos preparando para não sentir as grandes ofensas, vivendo em harmonia com todos.
· Imperfeitos que somos, em nossa jornada milenária, inúmeros têm sido os nossos erros, quem nos ofende hoje, provavelmente esteja retribuindo aquilo que, invigilantemente, lhe oferecemos no pretérito.
· Quando Jesus nos recomenda perdoar setenta vezes sete vezes, está nos concitando a perdoar sem restrições, quantas vezes forem necessárias, em favor do nosso próprio equilíbrio espiritual.