25102014Sab
AtualizaçãoQua, 18 Jun 2014

Artigos

6.13 ‑ OBEDIÊNCIA

A) IDÉIAS BÁSICAS 
· A obediência às leis de Deus e o acatamento das determinações daqueles que Ele coloca em nosso caminho como orientadores na presente existência (pais, mães, etc.) são virtudes que todos devemos conquistar.
· Encontramos no Evangelho significativos exemplos de obediência: O Cristo obedecendo aos desígnios de Deus, encarnou entre nós; Maria recebe com infinito amor o filho querido; José paternalmente protege seu filho; os magos obedecem à Divina Revelação e buscam Jesus; os apóstolos acatam os ensinamentos do Mestre.
· A obediência aos pais, professores, patrões e a todos a quem servimos ou devemos respeito, não significa fraqueza ou falta de personalidade, mas coragem, desprendimento e compreensão do que é a vida e de nossas necessidades. 

B) REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA PREPARAÇÃO DO EVANGELIZADOR 
1. Bases Evangélicas ‑ Mateus: 2:13 a 23 ‑ 4:19 a 20 ‑ 6:10 ‑ 8:9 ‑ 9:6 e 7 ‑ 9:9 ‑ 11:20 a 24 ‑ 17:24 a 27 ‑ 21:6 e 7 ‑ 21:28 a 32. Lucas: 1:6 a 38 ‑ 5:4 e 5. João: 5:30 ‑ 7:28 ‑ 9:4 ‑ 15:14 ‑ 21:6. Atos: 7:3 e 4. Romanos: 6:15 a 17 ‑ 16:19 a 26. II Coríntios: 7:15. Filipenses: 2:8. Hebreus: 5:8 e 9. I Pedro: 1:2 ‑ 1:14 ‑ 1:15 ‑ 1:22 ‑ 4:17.
2. Bases Doutrinárias ‑ Livro dos Espíritos: Pergs. 117, 918 e 919 ‑ Evangelho Segundo o Espiritismo: Cap.1, itens 1 a 4 ‑ Cap.9, item 8 ‑ O que é Espiritismo: 120 a 123.
3. Obras Subsidiárias ‑ Agenda Cristã: Cap.1 ‑ Alvorada Cristã: Caps.6, 24, 29 e 37 ‑ Antologia da Espiritualidade: Caps.2, 5, 6, 12 e 26 ‑ Através do Tempo: Cap.14 ‑ Bênção de Paz: Cap.35 ‑ Bem Aventurados os Simples: Cap.49 ‑ Bezerra, Chico e Você: Cap.2 ‑ Caminho de Volta: “Diante da Paz” ‑ Caminho, Verdade e Vida: Caps.2 e 5 ‑ Caminho Espírita: Cap.21 - “Cartilha da Natureza”, “A enxada” ‑ Conduta Espírita: Cap.2 ‑ Correio Fraterno: Cap.41 ‑ Chão de Flores: “Obediência” ‑ Crônicas de Além Túmulo: “A lenha das lágrimas” e “O elogio do operário” ‑ Diálogo dos Vivos: Cap.22 ‑ Dos Hippies aos Problemas do Mundo: Cap.28 ‑ Enxugando Lágrimas: Cap.5 ‑ Encontro marcado: Cap.18 ‑ Entrevistas: “Prefácio” e Caps.1, 9, 65 e 94 ‑ O Espírito de Cornélio Pires: Cap.24 ‑ Fonte Viva: Caps.44 e 102 ‑ Histórias que Jesus Contou: “Parábolas dos Dois Filhos” ‑ Idéias e Ilustrações: Cap.36 - Ideal Espírita: Cap.83 ‑ Jesus no Lar: Cap.5 ‑ Palavras de Vida Eterna: Cap.135 ‑ Pai Nosso: Caps.4 e 7 ‑ Pão Nosso: Caps.16, 57 e 62 ‑ Segue‑me: “Obediência Justa” e “Obedeçamos” ‑ Sinal Verde: Cap.16 ‑ Sol nas Almas: Cap.52 ‑ Somente Amor: Cap.4 ‑ Taça de Luz: Cap.42 ‑ Vinha de Luz: Caps.22 e 126 ‑ Voltei: Caps.1 e 3. 

C) REFERÊNCIAS PRÁTICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DA AULA 
1. Jardim e I Ciclo ‑ A direção do veículo e a viagem tranqüila ‑ Os vagões obedecem a locomotiva ‑ A argila maleável nas mãos do oleiro ‑ As cordas e as teclas dos instrumentos musicais ‑ O movimento dos braços e das pernas ‑ A torneira, a porta, a janela, o interruptor de luz e o portão obedecem sistematicamente ‑ O lápis atendendo ao nosso comando ‑ O telefone e o número discado ‑ A fechadura e o comando da sua chave ‑ As ovelhas e o pastor ‑ Os animais de circo.
2. II e III Ciclo ‑ A máquina e seu operador ‑ O telefone e o número discado ‑ As ferramentas nas mãos do operário ‑ A planta de determinada semente e a frutificação na época certa ‑ O coração bombeando o sangue ‑ O auto‑falante ligado ao aparelho de som ‑ O computador e sua programação ‑ O avião ou navio e sua rota ‑ As estações do ano e o movimento da Terra ‑ Os ponteiros e os mecanismos do relógio. 

D) CONCLUSÃO EVANGÉLICO‑DOUTRINÁRIA 
· Devemos obedecer sempre e, além de executar as ordens recebidas, acrescentar algo de nossa parte como empenho, boa vontade, sinceridade, abnegação.
· Obedecer é colocarmo‑nos na posição de colaboradores que fazem jus ao salário recebido.
· Ser obediente é ser resignado, aceitando a vontade de Deus frente a tudo que não podemos mudar embora o desejássemos.
· Sem automatismo ou passividade, a obediência construtiva é antes de tudo o desempenho consciente de nosso dever, diante de Deus e dos homens.
· A obediência liberta as consciências, induzindo‑nos ao serviço fiel e honesto, onde fomos colocados sem melindres ou desajustes.