22012018Seg
AtualizaçãoQua, 18 Jun 2014

Deus Pai: Reino Animal ( Pequenos animais da Terra)

Desenvolvimento da Aula

1) Dar boas vindas Música de apresentação, prece inicial. Cantar música sobre Deus.

Música de apresentação

“Bom dia (nome da criança) do meu coração,                                                                                  Você está na evangelização,                                                                                                             Hoje é dia de brilhar a luz,                                                                                                               Vamos estudar o evangelho de Jesus.”

Canta-se com o nome e todas as crianças.

2) a) Com o recurso do tapete, relembrar a história da evolução já narrada, desde o sol, a chuva, as pedras, a árvore, folhas e frutos, até às grandes chuvas e surgimento dos pequenos animais. Nessa hora, falar dos animais que nasceram na água, colocando bolinhas de massinha sobre a água representada no tapete. Falar que veio o sol, esquentou a água e alguns bichinhos começaram a ficar diferentes (fazer cobrinhas com a massinha) e tentaram sair da água. Assim começaram a surgir os pequenos animais da terra (minhocas, formigas, lagartas, etc).                                                                                           

b) Com o recurso do túnel da evolução de uma lagarta que se transforma em casulo e depois em borboleta, narrar uma história (História da Lagarta, que conte esse processo evolutivo.

Atividade:                                                                                                                                  Fazer com o recurso de massinha, juntamente com crianças e pais/mães, os pequenos animais e colocá-los em um cenário de papel cartão.

Material:                                                                                                                                   Tapete e os elementos da natureza de tecido (sol, nuvens, borrifador de chuva, terra, árvore, folhas e frutos e águas), massa de modelar (caseira), lagarta, casulo e borboleta de tecido, papel cartão (cenário), árvore, sol, nuvens de papel colorset.                                                                                         

História:

História da Lagarta (construída por Daniela Tonidandel adaptada por Sandra)                                     (Tema: Deus Pai: Pequenos animais da terra)                                                                              

Eu vou contar para vocês a história de uma lagarta que era conhecida por todos no jardim onde morava pelo nome de Feia. Não, não que eu achasse feia, como todos de lá, eu a achava bem bonitinha... ah! Eu acho que ela está aqui! Vejam por vocês, o que acham, ela é mesmo feia? Ah! Vejo que nem todos tem a mesma opinião..., talvez seja mesmo confusa essa situação...                                                               

Mas o fato é que a lagarta conhecida como Feia resolveu um dia passear pelo jardim e depois de tanto andar se cansou e procurou um lugarzinho para poder descansar.                                                           

Andou, andou pelo jardim, passou pelas flores perfumadas e finalmente encontrou uma linda árvore. Nessa árvore morava um macaco e a lagarta conhecida como Feia perguntou a ele se podia ali morar. Ele pensou, pensou... e disse que não queria uma lagarta tão feia morando naquele lugar.                             

A lagarta ficou muito triste, mas pensou que havia outras árvores e saiu a procurar.                        

Andou, andou pelo jardim, passou pelas flores perfumadas e estava muito cansada, e finalmente encontrou outra linda árvore. Nessa árvore morava um caxinguelê e a lagarta conhecida como Feia perguntou a ele se podia ali morar. Ele pensou, pensou... e disse que não queria uma lagarta tão feia morando naquele lugar.

 A lagarta novamente ficou muito triste, mas pensou que havia outras árvores e saiu a procurar.

Andou, andou pelo jardim, passou pelas flores perfumadas, cada vez mais cansada e finalmente encontrou outra linda árvore. Nessa árvore morava um colibri e a lagarta conhecida como Feia perguntou a ele se podia ali morar. Ele pensou, pensou... e disse que, “claro, amiga lagarta, afinal todos nós fomos criados por Deus, por que eu não iria deixar?”

E a lagarta ficou morando ali na árvore do colibri e começou a sentir um sono, um sono tão forte e começou a descansar. E de tanto descansar ela se transformou em um casulo e paradinha ficou mais tempo por lá.

Até que chegou um dia muito especial. Foi como se a lagarta passasse pelo túnel da evolução. Ela acordou e sentiu uma vontade de se esticar, esticar e.... se transformou numa linda borboleta!

 A borboleta que era chamada de Linda saiu voando e passou perto da árvore do macaco que perguntou se ela queria ali morar, afinal era tão linda e só podia ser uma criação de Deus! Mas ela pensou, ora, criação de Deus eu também já era quando era uma lagarta querendo descansar... Mas preferiu agradecer o convite e dizer que agora ela queria voar!

 A borboleta que era chamada de Linda saiu voando e passou perto da árvore do caxinguelê que perguntou se ela queria ali morar, afinal era tão linda e só podia ser uma criação de Deus! Mas ela pensou, ora, criação de Deus eu também já era quando era uma lagarta querendo descansar... Mas preferiu agradecer o convite e dizer que agora ela queria voar!

E quando ela se cansou um pouco e precisava descansar, voltou para a árvore do amigo colibri e resolveu por lá morar.E o que aconteceu depois?

A borboleta que era chamada de Linda botou alguns ovinhos na árvore do colibri que se transformaram em lindas lagartas e continuaram essa história que não tem jeito de terminar.

Porque na criação de Deus é assim: começa sempre um novo começo quando a gente pensa que chegou ao fim! (Simples assim!)