22112017Qua
AtualizaçãoQua, 18 Jun 2014

A Diferença da Pedagogia Tradicional e a Pedagogia Espírita

“O texto abaixo é comparativo e auxilia o evangelizador a compreender a diferença entre a pedagogia tradicional e a que intitulamos apenas por efeito didático de “pedagogia espírita”. Através do ensinamento contido no Evangelho Segundo o Espiritismo - Aliança da Ciência e da Religião -entendemos que uma deriva da outra. Ou seja, a Pedagogia em si, é única.
Aproveitamos os conteúdos e ensinamentos dos Mestres e Educadores, da antiguidade e da atualidade; incorporando as diretrizes espíritas.
Assim sendo é importante que o Evangelizador entenda que o enfoque principal da Evangelização é a moralização e não a repetição de propostas já vivenciadas através das escolas de aprendizagem tradicional.
A “Pedagogia do Cristo é, e será sempre o norte direcionador das Escolas de Evangelização Espírita.”

Texto extraído do livro: Espiritismo e educação, de Ney Lobo, ed. FESPE, 1995, p. 57 a 61.

1. O EDUCANDO É:

PEDAGOGIA TRADICIONAL

- Um vivente; uniexistencional; “tabula rasa”, folha em branco, na qual nada está escrito.

- Conseqüências Pedagógicas: a disciplina por um sistema de sanções e recompensas.

 

2. O EDUCADOR É:

PEDAGOGIA TRADICIONAL

- Visão limitada ao “aqui e agora” terrenos. Cegueira para o ultraterreno.

- Conseqüências pedagógicas: exclusão da formação doutrinária de sua filosofia.

 

3. FINS DA EDUCAÇÃO:

PEDAGOGIA TRADICIONAL

- Fins culminantes: habilitação profissional; convivência social; constituição da família; formação religiosa formal.

- Conseqüências pedagógicas: predominância da instrução (conhecimentos).

 

4. CURRÍCULO

PEDAGOGIA TRADICIONAL

- Pouca preocupação com a formação espiritual do educando.

- Conseqüências pedagógicas: currículo polimático centrado num misto de ciências e estudos clássicos, ou exclusivamente científicos  e tecnológico, visando a fins profissionais ou de segurança nacional.

 

5. MÉTODO

PEDAGOGIA TRADICIONAL

- Rotinado, ou mesmo ausência de método, substituído pela influência pessoal do professor. Geralmente, não faz sistema com os outros fatores da educação.

- Conseqüências pedagógicas: método científico da redescoberta. Na prática efetiva: improvisação, perda do rumo.

 

6. DISCIPLINA

PEDAGOGIA TRADICIONAL

- Disciplina regressiva, quando muito, preventiva. Fundamentada em prêmios e castigos. Ora, o rigor excessivo; ora a liberdade descontrolada.

- Conseqüências pedagógicas: sistema disciplinar sustentado na concessão de prêmios e aplicação de castigos.

 

7. INSTITUIÇÃO ESCOLAR

PEDAGOGIA TRADICIONAL

- Escola ressente-se de grave hipertrofia da instrução com sacrifício inconcebível da educação.
- Escola objetivada na formação profissional e social dos educandos em grau predominante sobre a preparação espiritual.

- Conseqüências pedagógicas:
- Regime escolar de tempo exíguo, insuficiente;
- Escassez de orientadores educacionais;
- Inexistência de um sistema de avaliação dos resultados propriamente educacionais (conduta);
- Heteronomia dos educandos;
- Os educandos não participam das decisões;
- Ausência de orientação filosófica;
- Reuniões e associações de pais e mestres.

1. O EDUCANDO É:

PEDAGOGIA ESPÍRITA

- Um revivente; pluriexistencial; um reencarnado, com extenso inventário de vivências.

- Conseqüências Pedagógicas: a reparação das faltas cometidas (ligação com as vidas passadas).

2. O EDUCADOR É:

PEDAGOGIA ESPÍRITA

- Visão extraterrena. Elo de comunidade da educação. Cidadão de dois Mundos.

- Conseqüências pedagógicas: qualificação profissional profundamente doutrinária.

 

3. FINS DA EDUCAÇÃO:

PEDAGOGIA ESPÍRITA

- Fim imediato individual: desenvolvimento da espiritualidade. Fim imediato social: o Mundo de Regeneração. Ideal humano a ser formado: a aristocracia intelecto-moral. Fim último: Deus.

- Conseqüências pedagógicas: predominância da educação (conduta). Avaliação do desenvolvimento da espiritualidade.

 

4. CURRÍCULO

PEDAGOGIA ESPÍRITA

- Visando à formação espiritual do educando.

- Conseqüências pedagógicas: currículo centrado na disciplina Educação do Espírito com quatro componentes: Deus, Espírito, Moral e Sentimento. Repercussão no método e disciplina (vide adiante). Irradiação de espiritualidade para todas as demais disciplinas.

 

5. MÉTODO

PEDAGOGIA ESPÍRITA

- Cuidadosamente elaborada e em conseqüência com os outros fatores. É causa eficiente relevante no desenvolvimento da espiritualidade.

- Conseqüências pedagógicas: o método incorpora as três dimensões: atividade (inteligência), cooperação (fraternidade) e individualidade (personalidade).

 

6. DISCIPLINA

PEDAGOGIA ESPÍRITA

- Disciplina pela conciliação de liberdade com autoridade. Visa à reabilitação moral dos educandos infratores.

- Conseqüências pedagógicas: instituição de um sistema disciplinar centrado na reparação das faltas e danos causados.

 7. INSTITUIÇÃO ESCOLAR

PEDAGOGIA ESPÍRITA

- Escola voltada para o predomínio da educação sobre à instrução e, essa última, mesma instruindo, orientada também para a educação.
- Escola dirigida em seu conjunto para o desenvolvimento da espiritualidade dos educandos, visando a formar o aristocrata intelecto-moral.

- Conseqüências pedagógicas:

- Regime escolar de tempo integral (2 turnos);
- Número de orientadores educacionais proporcionais ao primado da educação;
- Implementação de sistema metódico de avaliação do desenvolvimento da espiritualidade dos educandos;
- Autonomia dos alunos pelo autogoverno dirigido e democrático;
- Os educandos participam das responsabilidades da direção;
- Institucionalização da orientação filosófica;
- Conjugação escalonar (os orientadores vão aos lares).