18102017Qua
AtualizaçãoQua, 18 Jun 2014

A Educação Espírita objetiva, sobretudo uma forma de Educação Integral e Contínua, abrangendo ao mesmo tempo todo o complexo da personalidade do educando e todas as faixas etárias em que ela se projeta. (Herculano Pires)

Espaço do Coordenador

Atribuições do Coordenador de Evangelização Espírita

1.       Elaborar junto à equipe de evangelização a programação de temas para o ano.
2.       Entregar uma cópia do programa para o dirigente/ coordenador e responsável pela divulgação doutrinária na casa.
3.       Estabelecer diretrizes para o funcionamento da escola de evangelização espírita de acordo com as diretrizes do DIJ – AME/BH/FEB.

Pequeninos

“Em verdade vos digo que aquele que não receber o reino de Deus como uma criança nele não entrará.” - Jesus - Marcos, 10: 15.
“A pureza do coração é inseparável da simplicidade e da humildade. Exclui toda idéia de egoísmo e de orgulho. Por isso é que Jesus toma a infância como emblema dessa pureza, do mesmo modo que a tomou como o da humildade.” - “0 Evangelho Segundo o Espiritismo”, Cap. VIII, 3.

No mundo, resguardamos zelosamente livros e pergaminhos, empilhando compêndios e documentações, em largas bibliotecas, que são cofres fortes do pensamento.

Importância de um currículo de ensino

Um do maiores obstáculos capazes de retardar a propagação da Doutrina seria a falta de unidade. O único meio de evitá-la, senão quanto ao presente, pelo menos quanto ao futuro, é formulá-la em todas as suas partes e até nos mais mínimos detalhes, com tanta precisão e clareza, que impossível se torne qualquer interpretação divergente” (Allan Kardec, Obras Póstumas)

Recomendações Gerais

1. Divulgação da Tarefa — recomenda-se:
• aproveitamento de todas as palestras públicas para esclarecimentos relativos à importância da tarefa e ao seu andamento;
• utilização de cartazes e murais com incentivos e notícias;
• distribuição de mensagens focalizando a importância da evangelização da Infância e da Juventude, bem como a do Culto do Evangelho no Lar;
• aproveitamento dos periódicos para salientar a relevância da tarefa e neles publicar trabalhos dos jovens, entre outros procedimentos aconselháveis.