20062018Qua
AtualizaçãoQua, 18 Jun 2014

DIA DOS PAIS (AULA COMEMORATIVA)

A) IDÉIAS BÁSICAS 
· Difícil descrever a importância do pai em nossas vidas. A ele devemos o berço que nos acolheu nesta jornada, o teto que nos abriga, a instrução que nos ilumina, a veste que nos agasalha, o alimento que nos sustenta e tudo o mais de que necessitamos na existência física.
· Se a mãe é a guardiã do lar, o pai é o esteio, o conforto, a confiança e a sustentação.
· No templo doméstico, imprescindível para o melhor aproveitando do espírito, quando encarnado na Terra, o pai representa não só a sua base, mas a sua orientação segura e comando consciente de toda a família.
· Quando o Decálogo nos preceitua honrar pai e mãe, indica‑nos o enorme compromisso que assumimos com aqueles que, acolhendo‑nos pelas portas da reencarnação, transformam‑se também nos mestres e orientadores de nossa vida.
· Sejamos gratos e respeitemos nossos pais, mesmo quando a vontade de Deus nos coloca transitoriamente em um lar onde o pai não sabe cumprir com todos os seus deveres, pois isto só ocorre quando nós mesmos, pelas omissões de nosso passado espiritual e no uso do livre‑arbítrio, malbaratamos as bênçãos divinas e nos candidatamos a esse tipo de prova. Nesse caso, mais do que nunca, necessário se faz o carinho, a renúncia, o perdão e o entendimento para que a nossa libertação se efetue em bases de amor e fraternidade. 

B) REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA PREPARAÇÃO DO EVANGELIZADOR 
1. Bases Evangélicas‑ Mateus: 2:21 a 23 ‑ 5:44 e 45 ‑ 7:9 a 11 ‑ 9:18 ‑ 15:3 a 5 ‑ 17:14 a 16 ‑ 19:19 ‑ 23:9. Marcos: 7:10 e 11 ‑ 10:19 ‑ 11:11 ‑ 19:17 e 18 ‑ 18:20. Lucas: 15:11 a 32. João: 8:38. Efésios: 6:1 a 4. Colossenses: 3:20 e 21. I Timóteo: 5:4 ‑ 5:8. Velho Testamento: Êxodo: 20:12. Provérbios: 23:22.
2. Bases Doutrinárias ‑ Livro dos Espíritos: 510, 582 a 583 ‑ Evangelho Segundo o Espiritismo: Cap.14 (todo) ‑ Cap.23, itens 1 a 6 - O que é o Espiritismo: itens 122 e 123.
3. Obras Subsidiárias ‑ Alvorada Cristã: Cap.39 ‑ Antologia dos Imortais: “Carta a Meu Filho” - ­Bem‑Aventurados os Simples: Cap.48 ‑ Caminho, Verdade e Vida: Cap.12 - Cartas de Uma Morta: “Os pais da Terra não são criadores e sim zeladores” ‑ Chão de Flores: “Pais” ‑ O Consolador: perg. 177 ‑ Crônicas de Além Túmulo: “Aos Meus Filhos” ‑ Os Dez Mandamentos: 5° - Dicionário da Alma: “Pai” ‑ Espírito da Verdade: Cap.27 ‑ Estude e Viva: Cap. 10, 15 e 38 ‑ Fonte Viva: Cap.138 ‑ Justiça Divina: Cap.21 ‑ Livro da Esperança: Caps.38 e 78 ‑ Luz no Lar: Caps.25 e 30 ‑ Na Era do Espírito: Caps.8 e 23 ‑ Palavras de Vida Eterna: Caps.97, 98 e 166 ‑ Pão Nosso: Caps.48, 93, 117, 124 e 156 ‑ Pérolas do Além: “Pai” ‑ Relicário de Luz: “Depois da Separação” ‑ Vinha de Luz: Caps.135, 136 e 166 ‑ 52 Lições de Catecismo Espírita: 32ª lição.

C) REFERÊNCIAS PRÁTICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DA AULA 
1. Jardim e I Ciclo ‑ O professor e os alunos ‑ O poste na sustentação dos fios ‑ O presidente e seus ministros ‑ O motor e o barco ‑ O tronco de uma árvore ‑ A cabeça e o corpo ‑ O rei e seu reino ‑ O piloto e o avião ‑ O general e o exército ‑ O motorista e o ônibus ‑ O técnico e o time de futebol ‑ O livro para o aprendiz ‑ O pastor e o rebanho ‑ O diretor de um hospital.
2. II e III Ciclos ‑ O poste na sustentação dos fios ‑ A energia e o funcionamento da máquina ‑ O gás no fogão ‑ O sol e o sistema solar ‑ O tronco da árvore ‑ O rio e seus afluentes ‑ O técnico e o time de futebol ‑ A gerência de uma empresa ‑ O pastor e o rebanho ‑ O general e o exército ‑ O guia de uma expedição ‑ O piloto de um avião ‑ A capital de um país ‑ O comandante de um navio. 

D) CONCLUSÃO EVANGÉLICO‑DOUTRINÁRIA 
· Emmanuel afirma que duas asas conduzirão o espírito do homem à presença de Deus: Uma chama‑se Amor, a outra, Sabedoria. Da mesma maneira, duas asas mantêm o equilíbrio do Lar. A mãe representando a fonte de sentimentos e o pai a da razão ponderada. Por isso é importante o papel dos pais em nossas vidas, orientando‑nos a todo instante.
· Devemos assim valorizar o trabalho de nossos pais, estes que são a segurança do Lar, os amigos maiores que, cumprindo seus deveres sociais e acima de tudo cristãos, se preocupam em nos oferecer não só os recursos materiais mas principalmente os espirituais, para que possamos, no futuro, superar com tranqüilidade e confiança os nossos compromissos assumidos na espiritualidade.
· Agradeçamos, pois, ao Criador pela presença amiga do nosso pai no plano físico, cooperando com ele no cumprimento de sua sublime missão e procurando nos esforçar para que no futuro saibamos nós também assumir a responsabilidade maior da paternidade, recebendo no seio de nosso Lar e em nossos corações aqueles espíritos afins com os quais nos compromissamos no passado.