22012018Seg
AtualizaçãoQua, 18 Jun 2014

7.2 ‑ O CENTRO ESPÍRITA

A) IDÉIAS BÁSICAS
· “Quando se abrem as portas de um templo espírita, uma luz divina acende‑se nas trevas da ignorância humana e através dos raios benfazejos desse astro de fraternidade e conhecimento, que brilha para o bem da comunidade, os homens que dele se avizinham, ainda que não desejem, caminham sem perceber para a vida melhor.” (Emmanuel)
· Por mais humilde o Centro é sempre um santuário de renovação mental na direção da vida superior.
· O Centro Espírita é um templo de oração onde, sob as bênçãos do Evangelho, entramos em comunhão com Deus, com Jesus e com os Amigos Espirituais que nos assistem.
· Nele encontramos uma oficina de trabalho, através da qual nos candidatamos a instrumentos da Bondade Divina na ajuda aos irmãos em Humanidade.
· É uma escola onde podemos aprender e ensinar, plantar o Bem e recolher‑lhe as graças, buscando as lições do Cristo na cartilha do Evangelho.
· Com o Centro Espírita instala‑se entre os homens um posto de socorro a encarnados e desencarnados, iluminando os caminhos e abrindo novas perspectivas de aprimoramento e progresso para todos.
· Hospital a recolher e medicar os enfermos do corpo e da alma, o Centro Espírita oferece‑nos a reparação dos males que assolam nossas almas.
· Como legenda “Fora da caridade não há salvação”, o Centro Espírita é o núcleo onde a mensagem de Jesus revive em sua simplicidade e pureza dos primeiros tempos, conclamando‑nos ao Bem e ao amor ao próximo. 

B) REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA PREPARAÇÃO DO EVANGELIZADOR 
1. Bases Evangélicas ‑ Mateus: 4:23 ‑ 3:5 ‑ 9:37 e 38 ‑ 20:4 ‑ 21:12 a 17. Marcos: 1:21 a 26 ‑ 3:1 a 6 ‑ 4:1 a 20 ‑ 9:33 a 37 ‑ 6:1 a 6 ‑ 13:10 e 11 ‑ 16:15. Lucas: 2:41 a 46 ‑ 4:16 e 17 ‑ 4:31 e 32 ‑ 4:42 e 44 ‑ 6:17 a 19 ‑ 8:1 a 3. João: 2:13 a 16 ‑ 4:6 a 14 ‑ 5:1 a 14 ‑ 8:1 a 11. Atos: 4:31 ‑ 9:31 ‑ 14:1 ‑ 28:23. I Coríntios: 2:1 a 5 ‑ 3:10 e 11.
2. Bases Doutrinárias ‑ Livro dos Espíritos: 383, 798 a 802 e 982 ‑ Livro dos Médiuns: Caps.29 e 30 ‑ O que é o Espiritismo? Cap.1, item “Sociedades Espíritas”.
3. Obras Subsidiárias ‑ Bezerra, Chico e Você: Cap.31 ‑ Conduta Espírita: Cap.11 - Contos e Apólogos: Caps.20 ‑ Crônica de Além Túmulo: “A Casa de Ismael” - Dicionário da Alma: “Centro Espírita” ‑ Estude e Viva: Cap.39 - Entrevistas: Cap.84 ‑ Opinião Espírita: Cap.10 ‑ Relicário de Luz: “Na Tarefa de Equipe” ‑ Sementeira da Fraternidade: Cap.55 ‑ Voltei: Cap.1. 

C) REFERÊNCIAS PRÁTICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DA AULA 
II e III Ciclos ‑ Uma fonte de água pura ‑ Uma oficina de trabalho ‑ A célula do organismo ‑ Um posto de informações ‑ A bússola para o navegador ‑ Um educandário ‑ Um hospital ‑ O barco para a travessia de um rio ‑ O farol e os navios ‑ O guia para o cego ‑ Uma torre de informações ‑ Um centro de informações ‑ Um lar ‑ A lanterna em noite escura ‑ O náufrago e a tábua de salvação ‑ A tartaruga e seu refúgio na carapaça ‑ O quartel‑general ‑ O oásis ‑ Um abrigo. 

D) CONCLUSÃO EVANGÉLICO‑DOUTRINÁRIA 
· Como Escola, o Centro Espírita é o local onde temos a oportunidade de aprender e ao mesmo tempo transmitir aos outros o que temos aprendido em nossa existência. Devemos, assim, aproveitar bem o tempo em que estivermos em atividade no Centro para que possamos captar da Espiritualidade Superior os ensinamentos que nos auxiliam no nosso equilíbrio espiritual.
· Como casa de recuperação espiritual, o Centro Espírita auxilia‑nos na cura de nossas deficiências e fraquezas espirituais, medicando‑nos com a oportunidade do trabalho junto ao próximo através da assistência social, dos passes, das reuniões mediúnicas e de estudo, cumprindo‑nos assim tudo fazer pelo sucesso de suas atividades.
· Nenhum de nós que serve, embora com a simples presença, a uma instituição desta natureza, deve esquecer a dignidade do encargo recebido e a elevação do sacerdócio que nos cabe.
· Busquemos, portanto, atender às tarefas que nos são confiadas no Centro Espírita, honrando‑o e dignificando‑o com o nosso concurso sincero e amigo para que este luzeiro cumpra a sua destinação entre os homens.