20062018Qua
AtualizaçãoQua, 18 Jun 2014

6.04 ‑ BOAS OBRAS

A) IDÉIAS BÁSICAS 
· A justiça Divina determina que cada um receba sempre a recompensa ou o sofrimento, segundo as obras que realiza.
· Como espíritas compete‑nos esforçar para que as ações expressem sempre e unicamente o bem, em favor de todas as criaturas.
· Através de nossas realizações seremos analisados pelos nossos semelhantes e por elas receberemos o justo salário, quer na espiritualidade após o túmulo, quer no campo físico em novas oportunidades reencarnatórias.
· Todas as nossas atitudes são levadas em conta no nosso acervo espiritual, desde o simples cumprimento do nosso dever cotidiano até as grandes realizações no campo coletivo.
· As boas obras não se manifestam ruidosamente, mas se alicerçam nos exemplos de fraternidade, de altruísmo, nos testemunhos da fé renovadora e nos de Humildade. 

B) REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA A PREPARAÇÃO DO EVANGELIZADOR 
1. Bases Evangélicas ‑ Mateus: 5:16 ‑ 6:19 a 21 ‑ 10:42 ‑ 11:4 e 5 ‑ 15 ‑ 30 e 31 ‑ 16:27 - 19:21. Marcos: 4:16. Lucas: 12:33 e 34 ‑ 24:19. João: 3:19 ‑ 7:3 ‑ 10:32 ‑ 14:12 ‑ 17:4 a 8. Atos: 7:22 ‑ 19:18 ‑ Romanos: 2:6 a 9 ‑ 13:12 e 13 ‑ 14:12 e 13. I Coríntios: 2:16 ‑ 3:13 a 15 ‑ 15:58. Gálatas: 6:4 e 5. Efésios: 2:8 a 10. I Timóteo: 2:10. Velho Testa­mento: II Crônicas: 31:21. Jó: 34:11 e 12. Provérbios: 24:12 ‑ 31:31. Eclesiastes: 3:17 ‑ 12:14. Isaías: 64:8.
2. Bases Doutrinárias ‑ O Livro dos Espíritos: 629 a 647, 873 a 879, 893 a 906, 918 e 919 ‑ Evangelho Segundo o Espiritismo: Cap.13 (todo) ‑ Cap.15 (todo) ‑ Cap.18, itens 13 a 16 ‑ Cap.20, item 5 ‑ Cap.25, itens 2, 3 e 8.
3. Obras Subsidiárias ‑ Alvorada Cristã: Caps.19, 30, 34 e 44 ‑ Amizade: Cap.1 ‑ Antologia da Espiritualidade: Caps.6, 19 e 28 ‑ Assim Vencerás: Caps.13, 19 e 37 ‑ Através do Tempo: Caps.8, 14, 19, 23, 27 e 42 ‑ Atua de Souza: Caps. 55, 61 e 63 ‑ Baú de Casos: Caps. 1 ‑ Bênção de Paz: Caps. 3, 33, 45 e 54 ‑ Bezerra, Chico e Você: Caps.4, 8, 13, 7, 23, 39, 47 e 49 ‑ Chão de Flores: “Ação no Bem” e “De Vencida” ‑ Conduta Espírita: Caps.12 e 18 ‑ Cantos e Apólogos: Caps.3, 7, 12, 19, 21 e 34 ‑ Conversa Firme: Cap. 2 ‑ Correio Fraterno: Caps. 18, 20 e 42 ‑ Deus Sempre: Caps. 2 e 6 ‑ Encontro Marcado: Caps. 11 e 43 ‑ Entrevistas: Cap. 96 ‑ Enxugando Lágrimas: Caps.1 e 2 ‑ Escrínio de Luz: “Os Minutos de Deus” e “Na Tarefa Cristã” ‑ Estante da Vida: Caps.7 e 8 ‑ Estude e Viva: Caps.6, 9, 10 e 18 ‑ Fonte Viva: Caps.92, 154, 176, 24, 26, 33, 39, 44, 52 e 56 ‑ Idéias e Ilustrações: Caps.3, 10, 18, 19, 35, 36 e 40 - Instrumentos do Tempo: Caps. 8 e 16 ‑ Jesus no Lar: Caps. 4, 16 e 22 ‑ Justiça Divina: Cap. 8 ‑ O Livro da Esperança: Caps. 31, 52, 82 e 83 ‑ Maria Dolores: Caps.6, 10 e 30 ‑ Mãos Marcadas: Caps.9, 32 e 39 ‑ Mãos Unidas: Caps.3, 9, 29, 31, 36, 39, 41, 42 e 47 ‑ Na Era do Espírito: Cap.9 ‑ Nosso Livro: “Que Produzes?” e “Entre Nós” ‑ O Consolador: Cap. 185 ‑ O Espírito Cornélio Pires: Caps.47, 96, 100 e 101 ‑ O Espírito da Verdade: Caps.2, 3, 6, 23, 25, 42, 61, 70 e 93 ‑ Pai Nosso: Caps.2 e 3 ‑ Palavras de Emanuel: Cap. 15 ‑ Palavras de Vida Eterna: Caps.2, 5, 10, 13, 22, 37 e 82 ‑ Pão Nosso: Caps.2, 11 e 64 - Pensamento e Vida: Cap.17 ‑ Pérolas do Além: ver palavras “Bem” e “Obras” - Pontos e Contos: Cap.46 ‑ Recados do Além: Caps.7, 11, 39 e 44 ‑ Recanto de Paz: Caps. 2 e 13 ‑ Relicário de Luz: “Instante Divino”, “Lembrando Maria Nossa Mãe”, “Do Coração Materno”, “Plantação Espiritual”, “Ajudante” e “Na Luz do Bem” ‑ Respostas da Vida: Caps.4, 13 e 21 ‑ Roteiro: Cap.20 - Seareiros de Volta: Cap.7 ‑ Segue‑me: “Bilhete Fraterno”, “Grupo em Crise”, “Diretrizes do Evangelho” e “O Bem Que Não Foi Feito” ‑ Taça de Luz: Cap.15 ‑ Tesouro dos Espíritos: Cap. 6. 

C) REFERÊNCIAS PRÁTICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DA AULA 
1. Jardim e I Ciclo ‑ Os serviços prestados pelo Corpo de Bombeiro ‑ A limpeza pública ‑ O serviço postal ‑ As rodovias ‑ A lã fornecida pelo carneiro ‑ Os veículos de transporte ‑ A luz elétrica ‑ Uma roupa bem confeccionada ‑ Os frutos que nos alimentam ‑ O filtro ‑ As flores de um jardim, a natureza ‑ O mel.
2. II e III Ciclos ‑ As pirâmides resistindo ao tempo ‑ As construções antigas e modernas (a ponte Rio ‑ Niterói e outras) ‑ A exemplificação dos apóstolos e discípulos de Jesus ‑ A Casa do Caminho (1ª obra assistencial dos cristãos) ‑ O progresso científico ‑ A hidrelétrica ‑ Uma espaçonave ‑ O satélite artificial ‑ O magistério ‑ A mensagem de um bom livro ‑ As produções fabris ‑ O fio tecido pelo bicho de seda ‑ O soro antiofídico e outros ‑ O calçamento de uma rua ‑ A canalização de água e esgoto.    

D) CONCLUSÃO EVANGÉLICO‑DOUTRINÁRIA 
· “A cada um segundo as suas obras ...” (Mateus 16:27)
· Há muita diferença entre simplesmente cumprir o nosso dever ou ultrapassar os limites das obrigações naturais, desdobrando‑nos para oferecer o melhor de nós mesmos em todas as circunstâncias.
· O professor que ministra uma aula no limite mínimo de esforço e tempo está fazendo juz ao seu salário, mas o que transforma o magistério em sacerdócio, desdobrando‑se em favor dos seus alunos, habilita‑se a créditos extraordinários no reino do Espírito.
· Se o trabalho na Terra é recompensado pelas moedas transitórias do mundo, as boas obras que praticamos hoje retornarão futuramente a nós mesmos, sob a forma de gratificantes recompensas espirituais no espaço ou no plano físico.
· Além da alegria do dever bem cumprido, as boas obras nos ofereceram também recursos de ascenção espiritual em nossa jornada evolutiva.