20062018Qua
AtualizaçãoQua, 18 Jun 2014

3.3 - OS DEZ MANDAMENTOS E NÓS I - PERANTE DEUS

A) IDÉIAS BÁSICAS 
·  Os primeiros mandamentos de Moisés evidenciam a idéia de um Deus único e nos conclamam a uma atitude mais justa frente a Ele.
·  A Deus devemos tudo, inclusive a nossa existência, portanto, a Ele devemos dar o primeiro lugar em nossa mente e coração.
·  Deixamos de adorar a Deus acima de todas as coisas, sempre que abrigamos em nosso íntimo a idolatria por coisas, pessoas ou desejos.
·  Quando Jesus nos ensina que Deus é espírito e que devemos adorá‑lo em espírito e verdade nos alerta quanto aos riscos do culto exterior.
·  A Doutrina Espírita estabelece para nós a religião natural que permite adorar Deus diretamente do coração, isento de templos, hierarquias, ritos, dogmas, etc.
·  Quando pronunciarmos o nome de Deus, devemos fazê‑lo com respeito, recordando tudo o que a Ele devemos, jamais tomando‑o em brincadeiras ou juramentos, os quais, normalmente se evidenciam fúteis e desnecessários.
·  Todos os dias devem ser santificados, com valorização dos dons da vida, do corpo e do equilíbrio que o Senhor nos concede para nossa evolução, como quem luta para preservar um valioso tesouro que lhe foi confiado. 

B) REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA A PREPARAÇÃO DO EVANGELIZADOR 
1. Bases Evangélicas ‑ Mateus: 5:33 a 37 ‑ 22:34 a 40 ‑ 26:72. Marcos: 2:23 a 28 ‑ 3:4 - 12:28 a 34. Lucas: 4:8 ‑ 4:12 ‑ 6:30 a 36 ‑ 10:27 e 28 ‑ 11:2 ‑ 18:2 - 23:56. João: 4:34 - 5:36 ‑ 5:43 e 44 ‑ 8:49 ‑ 15:10 ‑ 15:23. Romanos: 12:2 ‑ 14:12 ‑ 16:26 e 27. I Coríntios: 3:16 ‑ 8:4. Gálatas: 6:7. Velho Testamento: Êxodo: 20:1 a 11.
2. Bases Doutrinárias ‑ Livro dos Espíritos: 1 a 20 - 648 a 673 ‑ O Evangelho Segundo o Espiritismo: Cap.1 (todo) ‑ 16 (todo) ‑ A Gênese: Cap.1, item 25 ‑ Cap.2 (todo).
3. Obras Subsidiárias ‑ A Vida Escreve: 1ª parte: 18 ‑ Encontro Marcado: Cap.16 ‑ O Tesouro dos Espíritas: 1ª parte: Cap.1 ‑ Os Dez Mandamentos: Caps. 1, 2, 3 - Palavras de Vida Eterna: Caps.2, 5, 17, 19, 21, 23.    

C) REFERÊNCIAS PRÁTICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DA AULA
 1.      Jardim e I Ciclo ‑ Obediência aos pais ‑ Os sinais de trânsito ‑ O enfermo e as ordens médicas ‑ O juiz e os atletas ‑ O Comandante de um barco ‑ O construtor e o projeto da obra ‑ As músicas de uma orquestra e o maestro ‑ Necessidade de submissão ao calendário.
2.      II e III Ciclos ‑ Obedecer às leis ‑ Alegria do dever cumprido ‑ Acatamento às ordens superiores ‑ Respeito às leis de trânsito ‑ O regulamento de um colégio - O piloto do avião e a torre de comando ‑ O movimento dos astros ‑ O enfermo e as ordens do médico ‑ O juiz e os atletas ‑ O comandante de um barco. 

D) CONCLUSÃO EVANGÉLICO-DOUTRINÁRIA                            
·  Devemos a Moisés a revelação e a popularização da idéia de um Deus único.
·  Quando a ignorância dos homens se comprazia no politeísmo o monoteísmo ardorosamente defendido e vivido pelo povo judeu, caracterizou um novo marco na evolução da Humanidade.
·  Aliado ao amor de Deus acima de todas as coisas, sob o aspecto religioso, devemos reverenciá‑lo, também, acima de todos os interesses materiais, pessoais, ou mesmo desejos não manifestos.
·  Lançadas as bases da adoração a Deus por Moisés, estas foram ampliadas por Jesus em seu Evangelho e pela Doutrina Espírita na atualidade.
·  Quando Deus afirma “seja o vosso falar sim sim, não não” lembra‑nos a impropriedade de tomar o nome de Deus em vão, e que jamais devemos recorrer a juramentos, votos, etc.
·  Valorizemos os dons da vida com todas as nossas forças e estaremos santificando o tempo, bênção divina recebida de Deus.