18082018Sab
AtualizaçãoQua, 18 Jun 2014

2.1 ‑ A PRECE

A) IDÉIAS BÁSICAS 
· A prece é o recurso pelo qual a criatura se comunica com o Criador.
· Nesse intercâmbio encontra o meio de se identificar com o Pai.·  A oração, acima de tudo, é sentimento, devendo ser feita sem afetação ou exibicionismo.
· Há muita diferença entre orar e declamar; portanto, a oração deve ser simples e espontânea.
· A prece é eficiente, tanto na manifestação verbal, como no silêncio das vibrações.
· A prece ilumina, tranqüiliza, orienta e consola.·  Todas as preces são boas, desde que nascidas do coração sincero.
· A prece pode ser de súplica (em nosso favor ou de outrem), de agradecimento e de louvor.
· Dispomos no coração do mais alto sistema de intercâmbio entre a Terra e o céu.
· Jesus passou pela Terra orando e servindo, ensinando‑nos que a prece está entrelaçada com o trabalho do Bem. 

B) REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA A PREPARAÇÃO DO EVANGELIZADOR 
1. Bases Evangélicas ‑ Mateus: 6:5 a 13 ‑ 7:7 a 11 ‑ 14:23 ‑ 21:22 ‑ 24:20 ‑ 26:36 a 44. Marcos: 9:29 ‑ 11:24 a 26 ‑ 14:32 a 39. Lucas: 1:10 a 13 ‑ 6:12 ‑ 11:1 a 4 ‑ 11:5 a 13 ‑ 16:1 a 8 ‑ 16:9 a 14 ‑ 18:38 e 39 ‑ 20:43 a 47 ‑ 22:39 a 46.João: 14:13 e 14 ‑ 15:7.Atos: 1:14 ‑ 10:4. Romanos: 12:12. II Coríntios: 1:11 ‑ 13:7. I Tessalonicenses: 5:25. I Timóteo: 5:5.2.      Bases Doutrinárias ‑ Livro dos Espíritos: 479, 658, 666‑ Evangelho Segundo o Espiritismo: Cap.18, item 6‑ Cap.27 (todo) Cap.28 (todo) ‑ O que é o Espiritismo: item 161.3.      Obras Subsidiárias ‑ Almas em Desfile: Cap.5 ‑ Alvorada Cristã: Cap.50 ‑ Amizade: “Ora e Confia” ‑ Amor sem Adeus: Cap.9 e 16 ‑ Assim Vencerás: Cap.29, 30 e 40 - Através do Tempo: Cap.14 ‑ A Vida Escreve: 1ª parte, Cap.3 ‑ Bezerra, Chico e Você: Cap.29, 30, 41, 51, 59 - Busca e Acharás: Cap.44 ‑ Carta de uma morta: “A prece da aflição maternal” ‑ Chão de Flores: Cap. “Conquista da Prece” ‑ Coração e Vida: Caps.3, 9, 15, 35‑ Correio Fraterno: Cap.31 ‑ Deus Sempre: Cap.1, 12 ‑ Diálogo dos Vivos: Cap.8, 10, 11 ‑ Entre duas Vidas: Cap.37 ‑ Entrevistas: Cap.26,69,74,79 ‑ Estude e Viva: Cap. 25, 29 ‑ Fonte Viva: Cap.61, 69, 77, 86, 87, 110, 147, 149, 150 ‑ Idéias e Ilustrações: Cap.5 ‑ Instrumentos do Tempo: Cap.10, 15, 40 ‑ Jesus no Lar: Cap.28,50 ‑ Justiça Divina: Cap. 22,39 ‑ Mãos Marcadas: Cap.5,11,31 ‑ Mãos Unidas: Cap.44,50 ‑ Maria Dolores: Cap.29 ‑ Nosso Livro: “Prece do Servidor”, “No Santuário da Oração”, “A Oração”, “Estás Aflito?”, “Oração dos Aprendizes”, “Comece Hoje Mesmo”, “Estás Doente?”, “Oração Fraternal”, ‑ Opinião Espírita: Cap.59 ‑ Orvalho de Luz: Cap. 36 e 40 ‑ O Espírito de Cornélio Pires: Cap.62,97 ‑ O Espírito da Verdade: Cap.13, 21, 104 ‑ Paz e Renovação: Cap.17,25,38,50 ‑ Pensamento e Vida: Cap.26 - Pérola do Além: Ver palavras: “Oração”, “Prece”, “Rogativa” ‑ Pontos e Contos: Cap. 48 ‑ Recados do Além: Cap. 13,49 ‑ Recanto de Paz: Cap.5 ‑ Rosas com Amor: Cap. “Rogativa” ‑ Rumo Certo: Cap.5, 18, 42 ‑ Segue‑me: Cap. “Resistência Espiritual”, “Recursos e Caminhos”, “Confiemos”, “Oposições” ‑ Taça de Luz: Cap.6, 17, 21. 

C) REFERÊNCIAS PRÁTICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DA AULA 
1. Jardim e Ciclo I ‑ Escrever uma carta ‑ Acender uma lâmpada ‑ Uma mensagem SOS ‑ A confiança no medicamento ‑ Uma ligação telefônica ‑ Planejar e realizar uma viagem ou passeio ‑ Agradecer um favor recebido de alguém ‑ Ligar e conduzir um carro a um determinado lugar ‑ A mamãe preparando um doce gostoso ‑ Um pedido que se faz a alguém ‑ A construção de uma casa ‑ O preparo da terra pelo semeador ‑ O preparo da aula pelo professor ‑ O doente perante o médico.
2. II e III Ciclos ‑ A emissora e o receptor em sintonia ‑ O telex ‑ O bip ‑ O radar ‑ O telégrafo ‑ Acender uma lâmpada ‑ Fazer uma composição na escola ‑ Planejar e realizar uma viagem ou passeio ‑ Agradecer um favor recebido de alguém ‑ Ligar ou conduzir um carro a um determinado lugar ‑ A construção de uma casa ‑ Uma mensagem SOS ‑ A confiança no medicamento ‑ Uma ligação telefônica ‑ A partida de um navio com destino a outro país ‑ Um engenheiro fazendo uma planta ‑ O preparo da aula pelo professor ‑ Fazer uma obra de arte ‑ A linguagem do tambor ou da fumaça usada pelos índios ‑ O esforço de um pássaro para ganhar as alturas. 

D) CONCLUSÃO EVANGÉLICO‑DOUTRINÁRIA 
·  O hábito de fazer prece foi‑nos ensinado por Jesus, conforme verificamos no Evangelho.
·  Por meio da prece emitimos vibrações mentais que retornam a nós, pela providência divina, segundo o merecimento e necessidade de cada um, através de recursos de que carecemos, dentro do princípio da mais absoluta justiça (a cada um segundo suas obras).
·  Nas provas devemos rogar ao Pai que nos auxilie a sustentar a consciência tranqüila nos deveres que nos competem realizar.
·  Devemos abraçar a prece e o trabalho, como sendo a bússola e a embarcação.